Gustavo Pace Estefen nasceu no Rio de Janeiro, Brasil. Graduou-se em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Estudou na Escola de Artes de Laranjeiras (CAL), Rio, com ênfase em atuação teatral. Concluiu o curso de dois anos na AMDA - American Musical and Dramatic Academy em Nova York. Obteve o Master of Fine Arts (MFA) em atuação teatral do American Repertory Theater Institute at Harvard University.

Gustavo Pace foi premiado com uma bolsa Fulbright para Teatro / Ator. Ele obteve o Visto Extraordinário de Artes (EUA), com base em programas e atividades de teatro realizadas nos Estados Unidos e no Brasil.

A peça mais notória, com crítica muito positiva pela imprensa especializada é o Show Solo "Naked Brazilian" ("Pace é extremamente simpático e envolvente" e "Naked Brazilian é muito bem dirigido por Lou Liberatore, e é uma vitrine para Pace, que promete coisas boas que virão a partir deste talentoso estreante dos palcos de Nova York " - nytheatre.com). Na peça, Gustavo Pace constrói uma ponte entre Rio e Nova York, com base em técnicas da comédia clássica e clown. Deve-se ressaltar a direção excepcional do ator reconhecido e diretor Lou Liberatore. Ele foi indicado para o Prêmio Tony e trabalhou com John Malkovich.

Gustavo Pace trabalhou com Matt Hoverman durante o desenvolvimento do Show Solo. O multi-talentoso Matt Hoverman escreve comédias para a televisão (Emmy Award de Melhor Roteiro em uma série animada), o teatro (FringeNYC Award Excepcional Dramaturgia), filmes e histórias em quadrinhos. Ele também é um ator profissional, voice-over artista e professor. Como um escritor de TV, Matt ganhou o Emmy Award 2014 para Melhor Roteiro de uma série animada para a longa série de TV PBS Kids Arthur. Ele também escreve para Curious George (PBS / Universal) e escreveu o app piloto para Wonder Rangers (WGBH). Garage Films produziu seu roteiro encomendado para o curta-metragem Any Day Now.

Em junho de 2013 Gustavo Pace foi destaque no Programa do Jô Soares em uma entrevista sobre o seu Show Solo.

Gustavo Pace é um ator premiado, que recebeu o Brazilian International Press Award em 2013 por suas realizações no teatro nos EUA, durante o evento anual realizado na Flórida. Foi também indicado como Melhor Ator para a edição de 2015. Ele recebeu em 2015 o Portuguese-Brazilian Award at Lincoln Center (NY) for Achievement in Theater, Film and Television.

Gustavo Pace trabalhou próximo a Sam Weisman na produção do monólogo apresentado em Cambridge, Nova Iorque e Los Angeles em 2015. Weisman recebeu por seu trabalho na televisão três nomeações ao Emmy, múltiplos Humanitas Awards, dois Globo de Ouro e um Globo de Ouro Award. Ele foi eleito três vezes para o Conselho costa leste do Directors Guild of America, e atualmente é um membro votante para o Oscar da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

Gustavo trabalhou com o American Repertory Theater (ART), no Instituto de Formação Avançada em Teatro da Universidade de Harvard, onde atuou em peças de Becket e Shakespeare, dirigido por Marcus Stern e David Hammond, respectivamente. A diretora artística Diane Paulus foi considerada pela revista Time das 100 pessoas mais influentes do mundo em 2014 (http://time.com/707 96/diane-paulus-2014-time-100/). Trecho de seu o discurso, na graduação da Turma 2015: "Gustavo Pace exala a paixão de sua origem brasileira em tudo que faz. Nascido no Rio de Janeiro, ele leva alegria e diversão onde quer que vá."

Gustavo Pace atuou em duas peças na Rússia, em 2014, no Teatro de Arte de Moscou, o mais importante teatro na Rússia, incluindo "O Idiota", adaptado do livro de Dostoiévski e dirigido pela diretora russa internacionalmente reconhecida Marina Brusnikina. Gustavo também se apresentou na peça "Por Chekhov" em um dos festivais de teatro mais importantes na Rússia, realizado na casa onde Chekhov viveu e escreveu suas peças famosas, na cidade de Melikhovo.

Gustavo em seu período na Rússia também atuou em um filme baseado na peça de Chekhov "As Três Irmãs", apresentada pela primeira vez no Teatro de Arte de Moscou em 1901. A grande personalidade do teatro russo, Anatoly Smelyansky, participou do lançamento do filme. Anatoly Smeliansky é escritor, estudioso e crítico de teatro. Já recebeu vários prêmios nacionais de excelência artística, incluindo a famosa Distinção Artmaker da Rússia.

Gustavo Pace atuou na peça de Shakespeare "Muito Barulho por Nada", dirigido por Anya Saffir (http://www.anyasaffir. com/bio/). Anya trabalha por longa data em estreita colaboração com o compositor Cormac Bluestone, em peças clássicas e modernas. Suas colaborações incluiram a peça de Brecht "O Círculo de Giz Caucasiano", que empregava 12 instrumentos musicais tocados ao vivo por um elenco de 18 atores e teve uma temporada de sucesso no Teatro para a Cidade Nova (ITBA Prêmio Patrick Lee Teatro de Melhor Show, NY Prémio Theater Innovative de Melhor Trilha Sonora Original). Realizou numerosas produções de Shakespeare, incluindo Hamlet (NY Inovador Award Theater nomeação para Melhor Trilha Sonora Original).

Gustavo Pace iniciou em 2015 os ensaios para a peça solo "Johan Padan e a Descoberta das Américas", escrito pelo ator e dramaturgo italiano Dario Fo. A peça é dirigida por Allegra Libonati e adaptada pelo dramaturgo Robert Duffley. Allegra Libonati é atualmente diretora artística associada do American Repertory Theater (ART). Ela tem trabalhado em várias produções com a diretora artística Diane Paulus, incluindo The Donkey Show, Prometeu Acorrentado, Deathe e os Poderes: A Ópera dos Robôs, Melhor dos Dois Mundos, e a remontagem de Hair, premiada com o Tony Award. Robert Duffley desenvolveu trabalho com o Teatro de Arte de Moscou, American Repertory Art Theater, Boston Circus Guild, Emerson Stage, Theater J e Nomadic Theater.

gustavopace.com | all rights reserved